Se a vida é sua, Quem é você?

Você já quis muito algo a ponto de achar que quando conseguisse você seria eternamente feliz ou se sentiria completo e realizado? O que aconteceu depois que você conseguiu?


Provavelmente houve aquele momento de euforia, excitação ou talvez até realização, mas foi temporário pois novos problemas e metas surgiram e lá vamos nós de novo atrás de algo pra nos tornar “Feliz”. E a felicidade vai mudando de significado a cada “situação da vida”.


Mas porque “situação da vida”? Porque é esse um dos nossos equívocos em relação a nós mesmos, a vida é unica mas passa por diversas situações, por isso que nos enganamos quando perguntam como estamos e nós respondemos que a vida está boa ou ruim, na realidade estamos simplesmente falando da situação e não da vida em si. Outro engano está na afirmação “A minha vida está ...”, quando falamos ” minha vida ” implica que “temos” a vida quando na verdade nós somos Vida.


Mas porque agimos dessa forma? Porque na realidade é o nosso EGO que está falando como se fosse nós como um todo, quando na realidade ele é uma importante mas minima parte da nossa psique (Alma). E este é justamente o nosso problema como ser humano e como humanidade, a identificação e culto ao nosso EGO, ou seja, o EGOISMO”. O sufixo ISMO designa uma doutrina “culto” a palavra que precede. Exemplo: Hinduísmo, Cristianismo etc.


Mas uma vez vale ressaltar que o EGO é um componente muito importante da nossa estrutura psiquica e vamos decobrir porque em nosso próximo encontro.

Por enquanto vamos meditar quanto esse novo conhecimento pois já trás bastante informação pra nosso processo de descobrir a nossa essência. Entendendo que você é a Vida que se manifesta e não “situações da vida”, facilitará ao processo de desindentificacão com que acontece contigo seja bom ou ruim e isso o ajudará a gerar menos sofrimento entendendo que todo evento é passageiro e não define quem é você. Você é a vida que se manifesta.


Você é um Anjo com Amnésia que esqueceu sua própria Essência. LEMBRE-SE.


#autoconhecimento #aperfeicoamento #aceitacao #quemsoueu